Ciclofemini
Ciclofemini
Ciclofemini

Que tal parar de “dar Ibope” para coisas assim? – por Sam Samegui Shiraishi

Eu não costumo ver Avenida Brasil, mas nesta semana vi a cena de violência mútua familiar na qual a personagem principal (a vilã Carminha) era escorraçada de casa pelo marido