Ciclofemini
Ciclofemini
Ciclofemini

Claudia Franco

Claudia é entrevistada

por Marcello Ruivo

e conta como superou

o medo depois de

uma séria queda

de bicicleta.

Assista o relato realizado após o reconhecimento de parte

da trilha da 4o. etapa do BigBiker.

Clique aqui para ver o video>>>>

Comentários(3)

  • Marcello
    6 de setembro de 2011, 15:04  Responder

    Parabêns. Vc é um exemplo a ser seguido.

    Que força é essa que te move ?

    Beijo, e que Vc passe essa emoção a MUITAS mulheres. Com certeza existem muitas que adorarão sua ajuda.

    Por um mundo melhor – Claudia Franco.

    • 6 de setembro de 2011, 15:18

      Olá Marcello, sou igual a todo mundo, uma pessoa querendo ser feliz e fazer o seu papel para deixar um mundo melhor para os que estão por vir. Grande beijo neste seu coração do tamanho do Universo. Claudia Franco

    • 6 de setembro de 2011, 18:36

      Marcello com relação a sua pergunta, que força é esta que me move, pensei a respeito para te responder. Penso que eu tenha muita vontade de viver, muita vontade de conhecer o mundo, conhecer pessoas. O mundo é maravilhoso, é uma grande parque de diversão se o olharmos com respeito, admiração e positividade. Celebro todos os meus dias. Sempre penso em tudo o fiz e aidna no que posso fazer, principalmente isto, o mundo nos dá muitas possibilidades e que quero viver cada uma delas.
      As vezes para conseguir cumprir um objetivo nem sempre foco em algo grandioso para não sentir o peso e o tamanho da responsabilidade. Por exemplo, no BigBiker quando as costas doía, quando o cansasso batia forte, eu não pensava na “obrigação” de cumprir a etapa por conta da dupla, por conta dos apoiadores, da imagem do CicloFemini, focava meu pensamento na medalhinha…a cada quilometro me lembrava que eu estava mais perto de ganhar a medalha de participação, imagina a nova medalha junto com as outras que tenho, me imagina cruzando a linha de chegada e ganhando a medalha e com isto o tempo passava e a medalha ficava mais próxima da minha mão. Claro que para ganhar a medalha todo o restante que era pesado estava lá também, mas de forma leve e como pano de fundo! Beijãozasso…Claudia Franco

Deixe um comentário