Ciclofemini
Ciclofemini
Ciclofemini

atleta spz

Quando faço a introdução da aula do curso Pedal Aprendiz é comum que alunos mais ansiosos me digam com muita veemência “eu não quero virar atleta, nem tenho idade para isto, apenas quero aprender a pedalar para passear pela ciclofaixa”.

Claro que mais de 95% das pessoas que procuram as minhas aulas não tem o objetivo inicial de virar atleta, mesmo que amador, mas tento mostrar a todas elas o que podemos e devemos aprender com os atletas e com a indústria que desenvolve equipamentos esportivos.

Como inserir uma atividade física na agenda

1-      Planejamento: Sem planejamento a vida pode virar um caos e muitas das atividades podem ficar comprometidas ou até fora da programação com alterações constantes da agenda. Organize as atividades levando em consideração tempo de deslocamento até o local onde a atividade será realizada. Tempo para se preparar, etc. Seja realista, afinal o dia tem poucas horas disponíveis de fato.

2-      Disciplina: Não adianta fazer as atividades em uma semana e faltar o restante do mês. Faça um esforço. Os primeiros dias serão mais difíceis, mas depois a rotina se estabelecerá se você persistir.

3-      Dedicação: A paixão pela atividade é que faz com que os atletas tenham sucesso. Dedique-se com paixão a atividade que escolher. Fazer o que gosta é sempre mais fácil e prazeroso.

4-      Persistência: Não desista. Tenha em mente o seu propósito. Lembre-se do por que e para quê resolveu fazer uma atividade física.

O que Pensar quando for comprar seu Equipamento

É comum pessoas que vão iniciar uma atividade física que requer o uso de um equipamento pensarem de imediato: Não sou atleta profissional, porque vou comprar esta bicicleta tão sofisticada? Dizem isto, mesmo diante de modelos mais simples.

Muito da tecnologia usada de nossos carros atuais são testadas e usadas no automobilismo, principalmente nos carros de fórmula 1. Atualmente um tênis de corrida possui todo tipo tecnologia (de amortecimento, de estabilidade, de absorção de suor). As roupas são feitas com tecidos “inteligentes” e a modelagem é fashion. Para se guiar por trilhas e percursos há os GPS e outras traquitanas que fornecem mil informações.

Com relação as bicicletas somam-se aí mais de 20 anos de desenvolvimento em tecnologia e equipamentos que darão ao ciclista mais conforto, segurança e desempenho.

Ouço de muitas pessoas que me pedem orientação quando da compra de uma bicicleta a seguinte frase: “Quando era criança não tinha nenhuma destas sofisticações, preciso de tudo isto mesmo”?

Sempre respondo com outra pergunta. Você precisa mesmo da camiseta dry fit? Do tênis com amortecimento? Do air bag ou freio a disco do seu carro? Do GPS ou Wase no celular?

Não deixamos de comprar um carro porque não somos um piloto de corrida. Não deixamos de comprar um bom tênis porque não somos um corredor profissional. Não deixamos de comprar aquela panela incrível porque não somos chefes de cozinha ou maquiagem caríssima porque não somos modelo.

Quando for comprar sua bicicleta não pense na bicicleta que existia há 20 anos, e sim no quanto a indústria evoluiu para que você possa ter o mesmo conforto de um atleta profissional, e assim terá uma experiência maravilhosa em cima de uma boa bike.

Comentários(0)

Deixe um comentário