Ciclofemini
Ciclofemini
Ciclofemini

No decorrer do caminho vamos aprendendo a transpor as cercas que a vida nos coloca. E quais seriam essas cercas? Mas, seria essa a pergunta inicial? Ou a pergunta inicial seria quais as cercas valem a pena serem transpassadas? Lembrei-me de um livro chamado “O Menino do pijama listrado”. Uma cerca de arame farpado separava duas crianças. Uma rica, filha de general, e uma pobre, filha de um relojeiro ainda por cima, judia na Alemanha nazista.

Isso me faz refletir sobre os diversos tipos de cercas que existem por aí.

Leia mais>>>>

Comentários(0)

Deixe um comentário