Ciclofemini
Ciclofemini
Ciclofemini

Há algum tempo tenho estado atenda à reação que me paralisa diante de situações e pensamentos, o Medo.

Encarando de frente os medos que batiam a minha porta percebi que a grande maioria dos medos que me assolavam eram medos que eu havia “comprado, adquirido” de terceiros.

Percebi que todos somos, sem saber, grandes mercadores de medos e frustrações.  Por amor, por super proteção, por querer o bem e o melhor “vendemos e implantamos” o medo no outro.

Leia mais>>>

Comentários(2)

  • Sinara Conessa
    24 de janeiro de 2012, 18:26  Responder

    Bom demais seu texto Claudia!!! realmente vc é uma super guerreira e motivo de inspiração para muitos!!! lendo, lembrei como foi difícil superar o medo, depois daquele tombo q levei!!!

    Parabéns garota!!!!

    bjus
    Sinara

    • 24 de janeiro de 2012, 18:34

      Sinara querida, este texto escrevi inspirada na minha experiência pessoal e também inspirada em mulheres como você. Você foi uma das que me lembrei durante a criação do texto. Me lembrava de você com o curativo no queixo e toda serelepe no sobe e desce da trilha do curso, toda sorridente e ainda querendo mais! Depois disto pegou pódio e continua aí, degrau por degrau, se desafiando, se superando.

      Era esta minha intensão, mostrar que quando realmente desejamos algo, ficamos muito maiores, muito mais forte que qualquer medo.

      Sinara você também é do time das guerreiras, destemidas e determinadas. Fica aqui meus parabéns e homenagem!

      Beijão, Claudia Franco

Deixe um comentário