Ciclofemini
Ciclofemini
Ciclofemini

ciclovia SPNo Município de São Paulo existem atualmente 364,54km de infraestrutura cicloviária de circulação, composta por ciclovias, ciclorrotas, calçadas compartilhadas, ciclofaixas definitivas e ciclofaixas operacionais de lazer. Também estão implantadas 191 estações de bicicleta pública, 176 do BikeSampa e 15 do CicloSampa, que disponibilizam mais de mil e setecentas bicicletas para a população.

O CET – Companhia de Engenharia de Tráfego mantém no Google Mapas toda a infraestrutura cicloviária permanente da cidade. Os mapas são atualizados de acordo com a liberação de novos trechos e mudanças aos longo de cada percurso.

A infraestrutura permanente conta com 238,94km distribuídos da seguinte forma:
Ciclovias = 163,64km
Ciclofaixas = 3,3 km
Ciclorrotas = 67,5 km
Calçadas Compartilhadas = 4,5 km

Clique aqui e navegue por toda a estrutura.

 

Comentários(2)

  • 25 de outubro de 2014, 02:36  Responder

    Muito importante a decisão do Prefeito Haddad, de implantar espaço nos logradouros e praças para veículos leves em São Paulo, mas, no meu entender, o planejamento deveria ser menos conflitante, como exemplo, existia nas motofaixas da R.Vergueiro e Av.Liberdade o compartilhamento de bicicletas e motos, porque o espaço correto das regras do ciclista na faixa da direita foi reduzida. Existe em toda R.Vergueiro, no local implantado, um canteiro central de grandes dimensões entre frondosas árvores, onde poderiam estar integrado às novas ciclovias.
    Não é admissível na educação do transito situações que estejam rivalizando modais, com pouco espaço compartilhe com a natureza.
    E por falar em regras na desordem, no próximo carnaval vou sair de pedestre sinalizado.

  • Claudia Franco
    5 de novembro de 2014, 20:27  Responder

    Eduardo concordo contigo. Um melhor planejamento seria mais adequado, mas a educação ou gentileza deveria vir expontaneamente dos cidadãos. abraços

Deixe um comentário