Ciclofemini
Ciclofemini
Ciclofemini

 Para as pessoas que ainda acreditam que há um limite de idade para começar, vejam este artigo publicado na Folha On line. 

É um caso para ser admirado e seguido como um grande exemplo e prova de que nunca é tarde para começar.

Ao completar ontem, 17/10/2011, a maratona de Toronto, no Canadá, o indiano Fauja Singh, 100, se tornou o mais velho maratonista do mundo –sem contestação.

Há sete anos, quando terminou uma prova com 93 anos, Singh foi reconhecido pela Associação Internacional de Maratonas (AIMS) como a mais velha pessoa do mundo a completar uma prova de 42.195 metros.

O Livro dos Recordes, porém, tinha outro vencedor. Segundo o Guinness, o mais velho maratonista da história era o grego Dimitrion Yordanis, que correra em Atenas em 1976, quando tinha 98 anos.

Agora, não há mais dúvida. Singh só começou a correr maratonas aos 89 anos, depois da morte da mulher e do filho e de se mudar para a Inglaterra, onde vive hoje. Conhecido como O Tornado de Turbante (por razões óbvias, que você confere na foto acima, da AP), completou a prova de ontem em 8h25 e mais um tantinho.

“Eu faço porque gosto”, disse ele, que tinha grande vontade de participar de uma maratona aos cem anos, segundo o tradutor que o acompanhava. Pois bem, ontem foi o dia.

Essa foi a oitava maratona do veteraníssimo corredor, que mostrou, ao longo da semana, energia que poderia surpreender os desavisados. Em uma pista de atletismo de Toronto, por exemplo, participou de uma corrida de 200 metros.

Ontem, correu a prova com seu indefectível turbante e com uma camiseta amarela com a inscrição “Sikhs in the City” (Os sikhs estão na cidade, alusão à sua religião).

Singh disse que seu segredo para uma vida longa é não fumar nem beber e manter uma dieta vegetariana –bem temperada com curry. Ele bebe chá e mantém uma rotina diária de exercícios, caminhando e correndo até 10 milhas (16 km) por dia.

“Vou continuar correndo enquanto puder. Isso me mantém vivo”, disse ele.

Comentários(3)

  • Marcello
    3 de novembro de 2011, 09:44  Responder

    Idade cronológica?!?!?!?!?!?!?!?!?!!?!?!?!
    Ah…quanta relatividade..principalmente os dogmas da medicina.

  • Rodrigo
    3 de novembro de 2011, 09:45  Responder

    Só uma curiosidade, o Guinness não reconheceu este feito porque não existia na Índia, na época do nascimento de Fauja Singh, registros das crianças nascidas, então não há como comprovar a idade do sujeito… Isso é Totalmente Excelente, Oi FM… rs…

    • 3 de novembro de 2011, 14:24

      Interessante sua contribuição Rodrigo, obrigada. Claudia Franco

Deixe um comentário