Ciclofemini
Ciclofemini
Ciclofemini

Se há inúmeras razões para alguém andar de bicicleta, por que tantos ciclistas novatos desistem?  Fiz uma pesquisa e encontrei as seguintes razões:

1. Falha de resoluções no planejamento das atividades diárias. Muitas pessoas colocam um peso muito grande nas atividades do trabalho, esquecem que precisam de lazer, prática esportiva para evitar as doenças e o estresse  comumente causados pelo acúmulo de trabalho. Acreditam que algumas poucas horas para cuidarem de si mesmos irá prejudicar o seu desempenho como profissional. Pelo contrário, o profissional estressado produz menos, é menos satisfeito e está mais suscetível à incorrer em falhas.

2. Não perdem peso imediatamente. Pessoas que querem perder muito peso depois de alguns poucos treinos, aulas ou passeios tendem a desistir.  A perda de peso na prática esportiva é a mais saudável, pois é gradativa e de acordo com os esforços realizados, é também a combinação do exercício com uma dieta balanceada. Não existe milagre, existe muita dedicação e pensamento de longo prazo.

3. Sente-se solitários. Andar de bicicleta muitas vezes é uma prática individual, principalmente quando se está no inicio, e ainda não tem o desempenho necessário para acompanhar um grupo. Portanto foque no seu objetivo e seja obstinado. Coloque como objetivo ingressar em um grupo para fazer os grandes percursos com desenvoltura.

4. Sente-se inseguro. Muitas pessoas, especialmente aqueles que estão acima do peso, sentem-se desconfortáveis com as roupas de ciclista.  É verdade, demora um pouco para se acostumar, mas as roupas de ciclista têm finalidades específicas como conforto, armazenamento de itens necessários para o treino ou passeio, segurança, entre outros. Se você está apenas pedalando ao redor do bairro não é necessário vestir-se com esmero do traje de ciclista. Além disto, sobre a bermuda você pode usar um shorts comum de passeio.

5. Inadequação. Nem sempre os ciclistas experiêntes recebem bem um novato, pois muitas vezes o novato acaba  atrapalhando o trajeto dos mais experientes. O novato tem o mesmo direito que o experiente, basta apenas entender que em alguns momentos terá que ceder passagem para os mais rápidos, criando desta forma um tipo de respeito e clima amistoso.

6. Começaram fazendo muito. Acho que este é um dos principais motivos para a desistência. Muitos novatos querem nas primeiras oportunidades pedalar muitos quilometros, e alguns em alta velocidade. Demandam demais de si mesmos, criando uma cobrança desnecessária e criando uma avaliação equivocada de falta de capacidade.  O ato de pedalar é uma construção. É necessário construir resistência física e emocional, construir técnicas de pedal, estar devidamente equipado, escolher bem os percursos adequados ao seu nível técnico e físico. Construa uma equação que seja evolutiva e gradativa.