Como a baixa autoestima  pode afetar seus relacionamentos?

As pessoas que têm baixa autoestima, frequentemente se colocam para baixo. Este comportamento pode ter um efeito dramático em uma relação, já que pode causar problemas como o ciúme e, também fazer a pessoa sentir como se fosse ‘sorte’ para ela estar com um parceiro, resultando em uma constante preocupação de que poderá ser descartada a qualquer momento. A baixa autoestima afeta a todos, alguns mais do que outros, mas é a forma como você lida com ela que pode impedir de se tornar um problema em seu relacionamento. Se você permitir que as suas dificuldades com a baixa autoestima conduzam o seu relacionamento, isto pode ser a base de sua ruína.

Os problemas causados ​​pela baixa autoestima podem ser grandes e devastadores, principalmente se está mascarado ou escondido atrás de outros sentimentos ou comportamentos. A baixa autoestima quando não identificada causa confusão e promove diversos sentimentos negativos.

Aqui está uma lista dos problemas potenciais
1. Ciúmes/ Inveja: Baixa autoestima pode forçar o indivíduo a se esforçar constantemente para chamar a atenção de seu parceiro. Se o seu parceiro simplesmente se comunica com uma pessoa do sexo oposto, na interpretação da pessoa com baixa autoestima, isso pode significar uma ameaça e fazer com que a pessoa saia totalmente fora de contexto. A pessoa pode entrar em um processo de competição com o parceiro de forma a sempre superar o parceiro em todas as situações.

2. Muita sensibilidade: A baixa autoestima pode fazer com que você tome tudo como uma crítica, mesmo as pequenas brincadeiras que o seu parceiro faz. Com isto o seu coração vai se fechando ao relacionamento, devido a rancores, tristezas. Esta sensibilidade exacerbada pode causar um abismo entre você e seu parceiro, fazendo com que você o sinta distante. Quando na realidade quem se afastou foi você.

3. Inferioridade: A baixa autoestima pode fazer a pessoa a acreditar que é uma sorte estar com o parceiro. Isso pode levar a pessoa a permanecer em um relacionamento abusivo.

4. Memórias: Se você permitir que as lembranças negativas de relacionamentos anteriores lhe afete, estará colocando uma grande pressão sobre o seu relacionamento. Não o deixando capaz de distinguir e nem avaliar as situações corretamente, pelo pré-conceitos e pré-julgamentos equivocados.
5. Sexo: Sentindo-se pouco atraente o resultado será o seu afastamento de seu parceiro e não será possível obter avanços na intimidade.

6. Raiva: Baixa autoestima pode provocar sentimentos negativos o que pode resultar em um comportamento muito agressivo.

Você pode mudar a situação, se você estiver disposto a mudar suas próprias percepções
Superar baixa autoestima não é uma tarefa fácil. É algo que leva tempo, e que necessita do apoio da família, amigos e talvez terapeutas. Mas só você tem o poder de parar os pensamentos negativos impedindo os de governarem sua vida.

Aqui estão algumas dicas que irão ajuda-lo

1. Único: Você precisa entender que você é um indivíduo único, e que você não deve se esforçar para se adaptar a qualquer imagem pré-concebida de perfeição que você pode ter.

2. Comunicação: Se você informar o seu parceiro que você tem baixa autoestima, então ele poderá entender por que certos comportamentos podem surgir. Ele também poderá lhe dar uma ajuda preciosa.

3. Positivos x Negativos: Em vez de concentrar seu pensamento em pontos negativos, pense sobre os aspectos positivos. Faça uma lista de tudo o que você gosta em você, de tudo o que conquistou.

4. Ninguém é perfeito: Nós todos cometemos erros. Não se esforce para obter uma perfeição inatingível.

5. Pensamentos irritantes: Não permita que as pequenas dificuldades do dia-a-dia te derrubem. Pense sobre as coisas em perspectiva, e lembre-se que uma falha não significa automaticamente que você um fracasso.

6. Ouça: Não leve as coisas fora de proporção quando receber alguma crítica. Se você acredita que, o que foi dito é injustificável, reflita, pondere muito a respeito antes de colocar todas as armas em punho.

7. Enfrente seus medos: A única maneira de superar os medos e ansiedades que lhe causam baixa autoestima é desafiá-los. Comece com os pequenos e trabalhe em cima deles até superá-los.

8. Não atacar: Apenas represar os sentimentos negativos não é a solução, pois ficarão cada vez mais maiores e podem resultar em uma explosão de comportamento agressivo. Faça muitos exercícios de respirações profundas para acalmar-se.
9. Não se esforçar para aprovação: Uma pessoa com baixa autoestima geralmente faz de tudo para ser querido pelos outros. Mas você não é inútil, e se alguém não gosta de você por quem você é, então esta pessoa não vale o seu tempo. Aprenda a ser altruísta, às vezes.

Um exercício simples e rápido para recuperar a confiança
Exercício âncora – Esta é uma técnica de autoajuda, que o ajuda a relembrar um momento em que sentiu grande confiança e consequentemente será tomado pelo sentimento. Você precisa permitir que esta confiança flua fortemente através de seu corpo. Quando o sentimento de confiança aflorar e estiver bem forte belisque seu braço. Esta será a sua âncora. Então, da próxima vez que você sentir que precisa de um impulso de confiança, belisque-se. Isto funcionará como uma chave para ligar esses sentimentos de confiança.  Faça o exercício por muitas vezes para que sedimente a técnica bastando somente um belisquinho quando estiver sentindo algo negativo.