Vou abrir meu coração para falar da minha crença a respeito de amor eterno.

Acredito que o segredo de sucesso de um relacionamento esteja no comprometimento e na confiança que um tem para com o outro.

Acredito que se duas pessoas quiserem e desejarem de fato a duração de um relacionamento, elas conseguem.

Por mais assediados que sejamos, acredito que temos o poder de não ceder a investida e temos o poder de não optar pelo novo e pela curiosidade e pelo ego. Acredito que tudo é opção.

Pessoas boas, interessantes, diferentes, bonitas, simpáticas aparecem a nossa frente todos os dias.

Poderíamos estar com cada uma delas conforme estas oportunidades aparecem, podemos ceder aos encantos e nos deixar levar pelo momento, tudo é uma questão de escolha.

Acredito que  as histórias de sucesso tem como base muita dedicação, muito esforço e muito querer. Ninguém obtém sucesso sem fazer nada. É necessário desejar muito, querer muito.

Penso que a  forma para manter o relacionamento seja conquistar a pessoa que se gosta  todos os dias, seja reconhecer as próprias falhas e corrigi-las tudo em prol de uma vida a dois em harmonia. Estar junto de alguém é uma escolha. O amor, a paixão, o desejo, fazem parte e acontessem dentro desta escolha. Basta desejar.

É mais ou menos parecido com o esporte, quanto mais pratico, mais gosto, mais entendo do esporte, mais me aperfeiçôo, mais quero praticar e melhorar. Se erro, faço novas tentativas até conseguir acertar. E assim vai seguindo a vida, na persistência, pois acredito que relacionamento é construção, é a certeza de que se você quiser algo de fato tudo será possível até amar alguém para o resto de sua vida.

Atualmente as pessoas se relacionam de forma superficial. Se relacionam com a certeza de que: “tudo bem se não der certo com esta desisto e logo entro em outro relacionamento” e assim vão levando a vida, mudando de parceiros como mudam de roupa ou compram bens.

As pessoas são descartáveis e não são tratadas como únicas e individuais. Depois que a celebre frase “ninguém é insubstituível” estampou a cabeça das pessoas, todo mundo ficou descartável. Recentemente ouvi uma pessoa usar o termo reciclável: “ meu relacionamento está precisando de uma reciclagem, preciso arrumar uma nova namorada”.

As pessoas se consomem, elas se usam como objetos, como coisas. E quando perde o ineditismo, a novidade e até a juventude elas não servem mais e assim vão seguindo seus caminhos nesta busca do que não existe. Criam uma insatisfação eterna resultado da falta de respeito a si próprio e falta de respeito para com o parceiro. Quem não ama a si próprio não consegue amar o outro.

Tolerância, nem pensar! Entendimento, nem pensar! Mas homens e mulheres estão em busca o tempo todo!. Estão com os radares ligados e na mínima pisada de bola de um e abertura do outro, pronto a situação está criada, mais um relacionamento desfeito, mais frustrações, simplesmente porque todos passamos a ser totalmente substituíveis, todos somos recicláveis, todos somos intolerantes, todos somos movidos pelo prazer momentâneo, todos somos movidos pela novidade, todos somos movidos pelo prazer da conquista. O tempo passa e o ciclo começa novamente.

Parece ser mais fácil partir para o novo e desistir de entender a relação existente. E o novo é mantido até encontrar a primeira barreira e tudo se repete novamente.

Homens e mulheres agindo de forma puramente material, se movendo apenas pela beleza física, pelo estatos financeiro, pela imagem, pela juventude.

A sabedoria e maturidade que só o tempo trás perderam o valor. O que é valorizado são as imbecilidades apresentadas nas redes de TV, homens e mulheres vendendo seus corpos sarados, porque é o que tem a oferecer, apenas o momento. O futuro ninguém se preocupa com ele, o que vale é o imediatismo, é o aqui e agora. Uma pessoa é valorizada pela quantidade de pessoas que “pegou” um uma única noite! Este cara ou esta mulher tem pegada! Afinal o que significa tudo isto?

Sinceramente, não sei se sou inocente, tola, sonhadora, mas não consigo compartilhar deste cenário.

Acredito que possa existir sim amor incondicional e para sempre, basta querer.

Conheço alguns casos assim. Famílias que admiro. Casais tão unidos que parecem se tornar um só. Me espelho nestes casos. Como em tudo na vida sempre me espelho naquilo que é digno de ser admirado, que é bom.

A vida é muito curta, quando percebemos e nos damos conta já sofremos demais, realizamos de menos e o tempo para ser feliz de fato começa a ficar cada vez mais curto, e aí o fôlego vai acabando, a tristeza vai tomando conta e para parecer bem na foto começa um novo relacionamento, mas lá no fundo há uma grande frustração, uma grande busca pelo parceiro(a) perfeito, quando na realidade todas as pessoas que passaram pelas nossas vidas poderiam ter sido o parceiro (a) perfeito (a) bastava que a assim o desejássemos.

Todos temos muitas qualidades e também muitos pontos a desenvolver. Então porque trocar? Porque não conviver com esta pessoa cujas qualidades me fazem feliz, me agradam, me trazem prazer, me trazem alegria? Porque não simplesmente dar menos peso aquilo que não é tão bacana e fortalecer e focar no que existe de bom?

Acontece que muitas vezes por crença ou habito sempre enaltecemos e damos mais foco e atenção para aquilo que é ruim.

 Sonho sim em ter alguém do meu lado pra sempre, de envelhecermos juntos, de darmos risadas e chorarmos juntos quando lembrarmos do passado e de continuar sonhando junto até o último piscar de olhos. Sonho em ter uma história com a pessoa que amo.

Romântica, sonhadora demais, tola demais? Pode ser, mas esta sou eu. A pessoa que quer viver o resto da vida um amor romântico.