Pense: se uma pessoa não tem a menor atração pela outra (que em geral já está apaixonada), não adiante emagrecer….O amor, a atração física, ou a afinidade intelectual  i dependem da proporção de gordura corporal. É claro que quando estamos apaixonados ficamos mais automotivados a nos arrumar melhor, a cuidar com mais atenção da alimentação e até retomamos o treinamento na academia, não é mesmo? Bem, só que daí a pensar que ao emagrecer aquele “carinha” (ou mina) vai passar a gostar de você, já é extrapolar as expectativas…

Apaixonar-se é um estado de êxtase, acontece quando menos se espera. Por isto mesmo é muito importante estar “sempre” pronto (a) para acontecer a paixão. Isso significa dedicar-se a si mesmo (a), não tanto como Narciso, mas ter como hábitos: se arrumar logo pela manhã como se hoje fosse o seu dia especial, dar atenção à qualidade dos alimentos a cada refeição e sempre manter em treinamento físico regular. Assim você nunca precisará “correr” atrás do prejuízo quando seu momento de paixão acontecer.

Bem, caso você ache que sua proporção de gordura corporal esteja acima do adequado, procure fazer uma avaliação da composição corporal, o Instituto Perfil Esportivo oferece este serviço a um custo muito baixo. E você ainda terá direito a 6 horas de palestras grátis para aprender como a alimentação, e os exercícios físicos, podem interferir na proporção de gordura do corpo. Sim, é possível emagrecer e manter-se magro (a), sem gastar dinheiro com medicamentos ou drogas e sem sofrer. Procure um especialista que o auxilie à mudar seu comportamento alimentar e motório (de movimento, exercícios físicos.) Experimente! Por outro lado, é muito importante você observar que, infelizmente, a mídia tem mostrado pessoas exageradamente magras na TV, nos jornais e revistas. Esta “magreza forçada” é tão prejudicial à saúde  quanto a obesidade, perceba que você já tem amigas que estão tratando de doenças como bulimia ou anorexia. Algumas pessoas são magrinhas por ser um biótipo delas, ou seja, já nasceram assim. E tiveram a felicidade de nascer assim nesta época em que a beleza estava nas mulheres rechonchudas sofreram muito.

Pierce Brosna e sua esposa Keely Shaye-Smith

E por pensar em biótipo é importante que ao invés de identificar “defeitos” em si mesmo (a), você fique eficiente em encontrar pontos positivos.

Para de reclamar das suas imperfeições e valorize a condição de saúde! Quando uma pessoa gosta da outra, de verdade, como um avô gosta de uma avó, como um pai ama a mãe, e vice versa, não há gordura corporal ou rugas na pele, que diminuam este sentimento. Amar é uam dádiva sublime, é superior à beleza fabricada pela mídia.

Claro que todos buscamos ser belos, mas esta busca deve ser leve e tênue (nunca uma obsessão) pois cada pessoa tem uma beleza própria, é um conjunto! Se o seu objeto do desejo passar a “querer ficar” agora que você emagreceu, vai dar para acreditar que foi devido à “uma paixão repentina?” Será que por você ter 2 ou 3% à menos de gordura corporal esta pessoa “passou a amar” você? Na maioria esmagadora das vezes não é verdade. Esta elação não vai durar nada e você vai sofrer de novo.

Quem ama mesmo, amo como a outra pessoa é, pois foi justamente a beleza dela que lhe chamou a atenção! Seja gordinha, magrelinha, nariguda ou orelhuda. Tem até um ditado que diz:” quem ama o feio, bonito lhe parece”. Por isso não importa se a nossa beleza não é exatamente aquela imposta pela sociedade. Nossa “cara metade” está por aí, esperando nos encontrar.

E se não está acontecendo uma paixão agora espere mais um pouco. O sentimento da paixão não “se cava” como faltas

Pierce Brosna e sua esposa Keely

num jogo esportivo. Acontece. E esta é a melhor fase. Aproveite cada segundo mesmo que seja “esperando” pelo amor da sua vida! O mais importante é que você esteja feliz com a sua própria companhia. Pois não só as pessoas do sexo oposto, mas também seus amigos (a0, preferem estar ao lado de uma pessoa alegre, simpática e de bem com a vida. Pois tão importante quanto a beleza é seu “conteúdo” intelectual e emocional, pra ilustrar tem um outro ditado que diz: “por fora bela viola, por dentro pão bolorento”. Seja feliz agora e não quando “tiver um namorado (a)”. Aliás, se não tiver um (a) neste mês de junho, dê um presente “show” pra você mesmo (a) e feliz mês dos namorados para você também!

Profa. Dra. Cláudia Cezar
Doutora em Nutrição Humana Aplicada (USP),
Mestre em Nutrição e Metabolismo (UNIFESP) e Especialista em Fisiologia do Exercício (UNIFESP)
Instituto Perfil Esportivowww.perfilesportivo.com.br
Rua Quatá, 835 – Vila Olímpia / SP
F. (11) 4105 4252 – CEP 04546 044