Mala Bike Thule RoundTrip Traveler: Acomodar a minha bicicleta, uma moutain bike, Specialiimg-20160914-wa0032zed Stumpjumper era uma incógnita, pois a bicicleta possui por natureza um perfil avantajado (curso da suspensão maior, pneus mais largos), toda delicadeza do sistema full suspension e os cabos conduítes externos.
Retirando o conjunto gancheira com o cambio traseiro e, também o guidão, prendendo o quadro no eficiente sistema que fixa o eixo de blocagem do garfo (suspensão), o quadro da bicicleta fica otimamente acondicionado. Além disso, um apoio para o movimento central deixa a bicicleta na altura correta e protegida de impactos que possam vir debaixo. Some a isso fitas que mantém toda a estrutura firme em todas as direções. As rodas que ficam externamente em bolsos próprios conferem uma simetria ao conjunto.

Sugiro retirar os discos das rodas para evitar qualquer dano, pois no aeroporto é sabido que os impactos sobre a bagagem vêm de todos os lados e de forma intensa. Quando vi minha mala bike deitada lateralmente debaixo de uma pilha de outras bagagens pesadas pensei que tinha uma bicicleta destruída, mas somente um disco levemente entortado.img-20160919-wa0041

Transporte: Dispensar o uso de carrinhos (devido ao fato da mala bike ter seu próprio sistema de rodas) no aeroporto foi um ponto a favor, pois cria um senso de autonomia para levar sua bagagem de forma mais eficiente, autônoma e compacta.

Atributos extras: Em expedições principalmente onde o uso de carros de apoio é comum para o deslocamento entre bases (pousadas, cidades), o Mala Bike serve como uma mala gigante para colocar todos os pertences (roupas, saco de dormir, sapatos, equipamentos, comida…) num só lugar, deixando o usuário tranquilo quanto a ter muitos volumes para cuidar junto de outras pessoas. Eu sabia que tudo que era meu estava naquela mala de forma segura, enquanto via os demais integrantes com diversos volumes para se preocupar para não perder, bem como não danificar.

Beleza é um ponto a favor: Na recepção do hotel/ pousada, mesmo no guichê da companhia aérea ou num táxi, a cordialidade era evidente para as necessidades específicas da mala bike. O grande volume não era visto como um empecilho, mas sim como um artigo de luxo para ser bem tratado. A mala bike Thule é bonita e todos viram o pescoço para entender o que se passa. Quem não conhece sobre sua finalidade olhava com admiração, quem conhecia e tinha um igual/ parecido redundava as qualidades do produto, quem não conhecia o modelo se interessava e crivava de perguntas.

Mochila Capstone 32 litros: Essa mochila não foi concebida para o uso ciclístico, mas simg-20160916-wa0011eu uso é viável, pois é a certeza de que terás uma mochila com capacidade suficiente para uma grande viagem de bicicleta. A mochila tradicional de hidratação acaba sendo pequena para um long day ride.

A estrutura da Capstone é muito anatômica e confortável, podendo ser completamente ajustada ao perfil do usuário e sua atividade específica. Possui sistema para colocação do refil de água, bolsos que servem para qualquer propósito.

Vale dizer que volume não é necessariamente peso. Com isso o bom ciclista com essa mochila terá grande proveito, pois terá bem acondicionado objetos leves como roupas, lanches, água extra.

img-20160916-wa0008Mesmo durante descidas técnicas a mochila se mostra parte do corpo, não comprometendo a dirigibilidade.

Comments(0)

Leave a Comment